Em dia de paralisação, profissionais da Educação realizam manifesto 

Lucélia Andrade - Redação DS 12/02/2019 Educação

Maioria da Escolas Estaduais não tiveram aula no dia de hoje

Educação

Profissionais da Educação de Tangará da Serra se reuniram nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 12, para um dia de paralisação, como forma de manifesto contra as medidas apresentadas recentemente pelo governador Mauro Mendes.

 

A maioria das escolas estaduais não tiveram aula no dia de hoje. 


A presidente da subsede do Sintep em Tangará da Serra, Francisca Alda,  disse que os servidores fizeram uma passeata silenciosa, com saída da antiga prefeitura no centro da cidade, percorrendo a Avenida Brasil até a escola 13 de Maio e retornando ao ponto de saída, conhecido pelos servidores como ‘Praça da Resistência’. 
 

 

Segundo ela, o manifesto tem o intuito de defender os interesses dos servidores públicos do estado de Mato Grosso.

“Temos que nos posicionar contra a reforma da previdência. Pedimos a sociedade e trabalhadores que fiquem atentos à reforma que irá prejudicar a todos eles”, disse a presidente. 
 

Ela reforça que a classe está se posicionando e construindo uma greve, caso não seja resolvida a situação enfrentada pelos servidores, referente a atrasos de pagamento e décimo terceiro.

 

“O décimo de novembro e dezembro não foram pagos na data correta, desrespeitando a Constituição e será parcelado em quatro vezes”, informa Francisca frisando que são várias as reformas que o governo Mauro Mendes impõe aos servidores públicos, que prejudicam extremamente a carreira dos trabalhadores. “Não vamos permitir a retirada de direitos”, finalizou. 

 

 



Notícias da editoria