Diário da Serra

Tangará é a primeira parada do Estradeiro Estância Bahia

Gabriela Gonçalves / Ascom 26/03/2019 Rural

Serão 5 dias em visitas a cidades de Mato Grosso, Rondônia e Acre

Primeira parada foi em Tangará da Serra

O Sindicato Rural de Tangará da Serra foi o primeiro ponto de parada do Estradeiro Estância Bahia - Edição Mato Grosso, Rondônia e Acre na manhã desta segunda-feira, 25. A comitiva, formada por mais de 20 profissionais, esteve na entidade para o café da manhã e uma breve reunião com produtores da região.


“Agradecemos a presença de toda a comitiva que vem acompanhando o Estradeiro e parabenizamos toda a equipe da Estância Bahia pela iniciativa e pela excelente seleção de profissionais que montaram para acompanhá-los. É a primeira vez que vemos um movimento como este que não seja governamental ou institucional. É uma iniciativa pioneira de uma entidade privada, de vir conhecer a nossa realidade in loco, conversar com os produtores e o sindicato”, destacou o presidente do Sindicato Rural, Reck Junior.


O Estradeiro Estância Bahia é uma ação da empresa que tem como objetivo a sua aproximação dos criadores da região, bem como entender o trabalho dos produtores e, principalmente, os gargalos e potenciais de produção. “Este projeto, que está em sua terceira edição, tem o objetivo de visitar as principais regiões produtoras do Brasil. Queremos ouvir todos os produtores sobre como está a pecuária, a agricultura e o seus sentimentos, suas demandas e ansiedades. Da mesma forma que vamos levar até eles as nossas impressões sobre como está o mercado, as perspectivas e como está o cenário da pecuária principalmente. Nada mais é do que conhecer e reconhecer, reencontrar e entender como um todo a pecuária brasileira. Vamos andar 4.200 quilômetros e estamos muito animados”, ressaltou o diretor da Estância Bahia, Maurício Tonhá.


Depois de Tangará a comitiva seguiu viagem para Sapezal, Campos de Júlio e Vilhena/RO. Nos próximos dias percorrerão outros municípios de Rondônia, do Acre e também de Mato Grosso, já no retorno para a sede da Estância Bahia, em Cuiabá. Ao todo, serão cinco dias na estrada. 



Notícias da editoria