Vereador cobra isenção de pedágio aos moradores

Redação DS 06/03/2018 Política
Política

Professor Vagner Constantino Guimarães (PSDB) está cobrando do Governo do Estado o atendimento a um pedido feito pela Associação Comunitária São Joaquim. Preocupados com o anúncio de que uma praça de pedágio será instalada na MT 358 entre os distritos de Progresso e São Joaquim, os moradores reivindicam o cadastramento e isenção das famílias que residem na região. A cobrança é reforçada pelo vereador Professor Vagner.
“Há uma grande quantidade de pessoas aposentadas, que dependem de ir até a cidade, o ir e vir dos professores que trabalham na Escola Antonio Hortolani, a movimentação de pequenos produtores e toda a movimentação do agronegócio, todos estes, mais uma vez serão penalizados com o aumento no custo da produção e do trabalho”, argumenta o vereador.
Professor Vagner lembra que a comunidade é formada na sua maioria por assentamentos de pequenos produtores, que dependem de ir e vir até a cidade para desenvolver suas atividades. Além disso, explica o parlamentar, não há transporte público o que reforça a importância da isenção. O pedido assinado pela associação de moradores e pelo vereador, é para que o Estado encontre uma solução.
“Caso a praça do pedágio esteja mesmo projetada para ser instalada entre os dois distritos, o pedido é que seja transferida para outro local, talvez mais próximo da Serra Tapirapuã, depois da entrada do Distrito São Joaquim. Por outro lado, se isso for difícil de ser feito, por conta do estágio avançado do planejamento, então nosso pedido é para que o Estado cadastre todas as famílias para que sejam isentadas do pedágio naquele trecho entre os dois distritos, que é muito utilizado por quem mora ali”, explica o vereador Professor Vagner.

Marcos Figueiró / Assessoria

Notícias da editoria