Diário da Serra

Alunos do Fascivest são aprovados no Vestibular da Unemat

Redação DS 29/12/2006 Fascivest

Alunos do Fascivest são aprovados no Vestibular da Unemat

     Com o propósito de oportunizar aos estudantes das escolas públicas, melhores condições para concorrerem com igualdade com alunos da rede de ensino particular, elevando com isso o acesso desses estudantes no Ensino Superior, especialmente nas universidades públicas, que o Fascivest alcançou mais uma vez seus objetivos.

Com 825 inscrições de alunos que cursavam o 3º ano do ensino médio, de 12 escolas públicas do município de Tangará da Serra, o Fascivest 2006 chegou ao final dos quase três meses de aula e provas ao número de 527 alunos, sendo deste total 301 concorrentes - vale lembrar que os aptos a concorrerem a premiação deveriam ter participado de no mínimo sete aulas e da interpretação de texto.

Assim, o resultado obtido por alunos que participaram do Fascivest em 2006 e que conseguiram sua inclusão na Unemat – Universidade Estadual de Mato Grosso, através de um dos vestibulares mais concorridos da região, também nos mostra a importância do Projeto. Dos 50 primeiros colocados no simulado do Fascivest, 30% deles obtiveram êxito no vestibular da Unemat em Tangará da Serra e Barra do Bugres, com boas colocações.

Dos sete cursos oferecidos pelo campus da Unemat em Tangará da Serra, seis deles terão alunos oriundos das escolas públicas e que participaram do Fascivest 2006. No campus de Barra do Bugres, dos cinco cursos oferecidos, quatro deles também receberão alunos participantes do Fascivest.

Dentre os alunos que passaram no vestibular da Unemat em Tangará da Serra, destacamos Sidinéia Maria de Souza, primeira colocada no curso de Letras, Juliana Batista Fitaroni, sexta colocada em Ciências Biológicas e Mariana de Assunção Rodrigues, terceira colocada em Letras.
De acordo com elas, a participação no Fascivest 2006 ajudou para revisar as matérias estudadas nos 1º e 2º anos do ensino médio e ainda ter a prática de um vestibular, podendo exercitar, antecipadamente, as matérias e macetes. “O Fascivest auxiliou na revisão dos conteúdos estudados em sala de aula, além de exercitarmos a interpretação de texto, tendo desta forma uma noção do que é um vestibular”, conta a mais nova caloura de Letras Sidinéia de Souza. Ela, que estudava na escola 13 de Maio foi 13ª colocada no Fascivest 2006.

Experiência compartilhada de revisão e auxílio tiveram também as mais novas calouras e ex-alunas da escola 29 de Novembro Juliana e Mariana. Elas, que esperam ainda o resultado a Universidade Federal do Estado de Mato Grosso (UFMT) foram categóricas ao afirmarem que o Fascivest foi importante para a colocação na Unemat. “Como não tive oportunidade de me preparar para o vestibular em cursinho particular, o Fascivest ajudou muito na revisão e dicas para a prova”, afirma Mariana de Assunção, ressaltando ainda que nas matérias que não acompanhou atentamente durante as aulas, resolvendo os exercícios, por exemplo, teve mais dificuldade no vestibular. “Minha dica para os próximos alunos do Fascivest é que façam todos os exercícios antes de irem para aula. Tenho certeza que ajudará muito na hora do vestibular”, finaliza.
O Fascivest é uma ferramenta a mais que o Diário da Serra, juntamente com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec) ofereceram aos alunos das escolas públicas do município, mas o esforço pessoal ainda é o fundamental para a conquista de cada aluno.
Confira a lista completa dos alunos que participaram do Fascivest 2006 e são os mais novos calouros da Unemat de Tangará da Serra e Barra do Bugres.

Notícias da editoria