Parecis SuperAgro e Embrapa promovem dia de campo focado em integração lavoura-pecuária

Redação DS 26/03/2018 Rural

O dia de campo abre a programação técnica da feira que será realizada de 9 a 12 de abril, em Campo Novo. Foto: Gabriel Rezende / Embrapa Agrossilvipastoril

Rural

Parceira da 11ª Parecis SuperAgro – Feira de Tecnologias e Negócios, a Embrapa Agrossilvipastoril realizará no próximo dia 9 de abril o Dia de Campo “Tecnologias de produção agropecuária sustentáveis”, na Fazenda São Paulo, município de Brasnorte. O dia de campo abre a programação técnica da feira que será realizada de 9 a 12 de abril, em Campo Novo do Parecis.
A fazenda que vai sediar o dia de campo é uma das Unidades de Referência Tecnológica e Econômica de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) que são acompanhadas pela Embrapa em Mato Grosso. O sistema ILPF é uma estratégia de produção agropecuária que integra diferentes culturas para aumentar a produtividade do agronegócio de maneira sustentável e, durante o dia de campo, pesquisadores mostrarão a evolução dessa estratégia como a avaliação econômica.
Para a presidente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis, Giovana Velke, a característica inovadora da Parecis SuperAgro permite que ações como o dia de campo sejam inclusos na programação. “Vimos que esse evento será mais uma oportunidade de levar conhecimento e informação para os produtores rurais, que estão cada vez mais em busca de aumentar a produtividade no campo, seja na lavoura ou pecuária, alinhados com a necessidade de reduzir os impactos ambientais. As pesquisas da Embrapa vem atender essa necessidade e vamos proporcionar que sejam apresentadas de forma prática aos nossos produtores durante o dia de campo”, afirma a presidente, uma das organizadoras da Parecis SuperAgro.
De acordo com a Embrapa, também serão apresentadas outras tecnologias sustentáveis e de baixa emissão de carbono. Segundo a organização do dia de campo, entre o público-alvo estão grandes e médios produtores rurais e cooperativas, pequenos produtores rurais agentes de Transferência de Tecnologia (TT-ATER), multiplicadores de sementes e mudas.
A condução das pesquisas nessa área também é acompanhada pela Rede de Fomento ILPF - uma parceria público-privada criada a há cinco anos para incentivar a transferência de tecnologias e estimular a adoção desse sistema. A Rede é responsável ainda pela captação de recursos externos para financiar pesquisas na área.
Segundo o presidente do Conselho Gestor da Rede ILPF, e pesquisador da Embrapa Solos, Renato Rodrigues, o primeiro objetivo é o de mensurar e comprovar a redução de impacto nas emissões de gases de efeito estufa da ILPF, usando uma metodologia que seja reconhecida internacionalmente no âmbito das discussões sobre mudança do clima.
Proprietário da fazenda que vai sediar o dia de campo, o produtor Vitório Herklotz afirma que está empenhado na realização do evento por entender que é necessário mostrar os bons resultados que o sistema pode proporcionar aos produtores rurais.
“O dia de campo está associado à tecnologia que a feira se propõe apresentar e a proximidade com a Embrapa, associado à tecnologia, é sempre bem-vinda. Precisamos de divulgação das pesquisas e o evento propicia isso. É uma ação, um sistema que está bonito de se ver que está interessante e eu acho que isso faz a diferença, tem que colocar onde pode divulgar. Com isso, quero apenas repassar o que estou aprendendo e colaborar com a sociedade em si”, afirma o produtor.
O dia de campo será realizado das 8h às 12h, na Fazenda São Paulo, localizada na BR 364, km 944, no município de Brasnorte, distante cerca de 180 km de Campo Novo.

Cairo Lustoza / Assessoria Pauta Pronta

Notícias da editoria