Com estrada intransitável, moradores do Jardim Mituo estão isolados

Redação 13/02/2018 Geral
Geral

Moradores e chacareiros que residem nas proximidades do Jardim Mituo estão isolados, sem poder sair de suas casas. Tudo isso porque a estrada do Mituo está interditada, devido as chuvas que caíram nos últimos dias, assim como o desvio construído para passagem provisória com muita lama.
A moradora Poliana Leite procurou o DS nesta terça-feira, 13, demonstrando sua indignação. “Estamos presos nas chácaras. A Estrada do Mituo esta interditada. Crianças sem poder ir para aula amanhã, trabalhadores não terão como ir para serviço. E doentes não tem como procurar médicos”, desabafa.
Ainda de acordo com a moradora, um pouco de água dos bairros ainda escorre pela estrada, mas a lama acumulada está impedindo a movimentação de veículos. “Não tem como ir ou vir. Pior que esta todos estão presos em nossas casas”, reclama, ao destacar que a situação de isolamento piorou ainda mais, pois o desvio construído pelos moradores também está intransitável. “Uma camionete foi levar mesas para La Comuna e acabou atolando no desvio que os moradores fizeram”.
O prefeito em exercício, Renato Gouveia, afirmou que o Executivo Municipal está acompanhando a situação dos moradores e desde que assumiu interinamente o cargo, na última semana, está buscando uma solução. “A Sinfra está fazendo um mapeamento do local, com nome de todos os moradores, para a partir daí buscarmos uma solução, com auxílio do Ministério Público”, afirmou Gouveia.
O mapeamento, segundo ele, ficará pronto nesta quinta-feira e, após isso, o MP será procurado. “Vamos levar esse mapeamento e pedir apoio do MP para notificar os moradores para uma reunião”. Ainda de acordo com o prefeito, o Legislativo Municipal está ciente da situação e também foi chamado para acompanhar o problema. “Não adianta a prefeitura sozinha, temos que chamar o Ministério Público para resolver a situação”.
PALIATIVO – Para buscar uma solução paliativa para o problema da estrada, o prefeito Renato Gouveia afirmou que uma equipe da Sinfra fará nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, um trabalho de cascalhamento. “O secretário [Selton Vieira] esteve nesta segunda-feira no local, porém nada pode ser feito, diante das chuvas. Mas nesta quarta-feira, a partir das sete horas da manhã, as máquinas com cascalho já estarão no local”.

Fabíola Tormes / Redação DS



Notícias da editoria