AMM busca nome para suplência no Senado

Redação 09/02/2018 Política
Política

A Associação Matogrossense dos Municípios (AMM) está realizando um movimento visando definir um nome entre os 141 prefeitos do Estado para concorrer a uma vaga de suplência no Senado Federal. De acordo com o presidente da AMM, Neurilan Fraga, o objetivo é fazer com que todos os municípios de Mato Grosso tenham representatividade em Brasília. “Fomos provocados pelos próprios prefeitos para fazermos um movimento no sentido de indicar um prefeito para ser suplente a uma vaga no senado. No momento estamos trabalhando e conversando com os prefeitos, amadurecendo esta ideia”, confirmou o presidente da associação, destacando a importância dos municípios terem representatividade em todas as esferas políticas. “Precisamos ter representantes das cidades, tanto no Senado como na Câmara Federal e Assembleia Legislativa. Quem recebe menos recurso de tudo que é arrecadado no Brasil são os municípios. O Governo Federal fica com 60% e os municípios, em torno de 15%. Precisamos de recursos e para isso, precisamos ter um representante dos municípios no Senado Federal”, reforçou Neurilan. A ideia inicial, ainda de acordo com o presidente da AMM, era lançar um nome ao cargo de senador. “Contudo, vamos fazer indicação de um prefeito para suplente em uma das chapas que serão montadas”, relatou o presidente. À reportagem do Diário da Serra, Neurilan revelou que alguns nomes já estão sendo cogitados.
“Estão havendo conversações. Alguns prefeitos estão resistindo ao chamamento, mas já tem sim nomes sendo cogitados. Não precisa ser um prefeito de município grande, e sim um bom gestor que tenha perfil de municipalidade, coerência e, principalmente, que participe e defenda os movimentos municipalistas”, frisou o presidente da AMM.

RODRIGO SOARES / Redação DS



Notícias da editoria