Na calada da noite, jovem é assassinado a tiros

Redação 09/02/2018 Polícia
Polícia

Um jovem foi assassinado ao final da noite desta quinta-feira, 08, em Tangará da Serra. O crime ocorreu por volta das 23 horas, no Jardim Monte Líbano em um terreno baldio próximo a Avenida Brasil.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) foi chamada, mas ao chegar no local de difícil acesso, a vítima já estava em estado de óbito. 

"Fomos acionados por um ferimento por arma de fogo. Chegamos no local e a vítima apresentava várias perfurações em partes espalhadas pelo corpo. Tórax, membros e possivelmente um na região da nuca para a parte frontal da cabeça. A gente não consegue constar por causa do local de difícil acesso, chuva e infelizmente já estava sem vida a vítima", afirmou o enfermeiro Cleiton Fulador, ao destacar que pela checagem inicial, ao menos seis disparos foram efetuados.

De acordo com o tenente Adriano Muniz da Polícia Militar, rondas foram feitas nas imediações, mas nenhum suspeito foi encontrado.
"Verificamos a presença de duas bicicletas e alguns calçados. Fizemos uma busca inicialmente nesse terreno baldio e não encontramos nada. Durante a varredura verificamos a presença de dois bicicleteiros do outro lado do terreno baldio onde foi feita a abordagem e um deles estava com a vítima", disse.

O tenente afirmou ainda que a vítima era conhecida como "Bochecha" e já possuía antecedentes criminais.

O investigador da Polícia Judiciária Civil, Lázaro Ribeiro acredita que o crime tenha sido mais um acerto de contas entre facções criminosas.

"Ali foi briga de facção de novo. Ele [a vítima] é suspeito de matar um rapaz, nunca entregaram ele, iriam se vingar e ontem conseguiram fazer a vingança", pontuou. As investigações continuam.

 

Redação DS



Notícias da editoria