Diário da Serra

Autoridades trabalham novo levantamento das áreas de risco de Nova Olímpia

Fabíola Tormes / Redação DS 12/06/2019 Geral

Vários pontos foram visitados, entre eles o Córrego São João

Geral

Equipes da Defesa Civil do Estado de Mato Grosso e do Departamento Nacional de Geologia estiveram em Nova Olímpia para fazer um novo levantamento das áreas de risco no município, que oferecem perigo à imóveis e à população. Na oportunidade, segundo o representante da Defesa Civil em Nova Olímpia, Valdeci dos Anjos (Bradook), vários pontos foram visitados, entre eles o mais crítico – o Córrego São João. “Em 2013 tivemos a contemplação do Município para fazer um estudo dos sinistros que ocorrem no solo de Nova Olímpia e aqui no Córrego São João foi um dos pontos críticos [levantados] (…) com residências muito próximas do canal. E agora tivemos o retorno da equipe para esse reestudo (…) levantando todas essas questões críticas e facilitando para os governos futuros alguns trabalhos de minimizar os fatos que ocorrem de alagamento, rompimento de solo, ao longo de todo córrego”.


“Estamos trabalhando, principalmente, para delimitar essas áreas e gerar um produto que seja compatível ao novo ordenamento territorial de Nova Olímpia. Esse produto vai ajudar muito os gestores do município a tomar decisões sobre ocupação de áreas impróprias para construção de residências ou utilização como áreas comerciais”, completa o pesquisador do Serviço Geológico do Brasil, Anderson de Souza, ao destacar que todo um trabalho de identificação dos setores dentro do município, de famílias que estão com residências ou comércios em área de risco foi realizado durante a visita.


O objetivo, segundo o representante da Defesa Civil do Estado de Mato Grosso, Major Luiz Cláudio, além de mapear todas essas áreas de risco no município, é “posteriormente fazer a elaboração de um projeto para obras de resposta, para obras preventivas e trazer recursos e melhorias para os moradores de Nova Olímpia”. A visita dos representantes ocorreu no último dia 6 de junho. 



Notícias da editoria