Diário da Serra

BNCC e sua estrutura

Sebastian Ramos 09/06/2019 Artigos

A BNCC deseja contribuir com uma educação diversificada que é a que temos no Brasil

Artigo - BNCC e sua estrutura

BNCC e sua estrutura

A BNCC foi construída a muitas mãos. Foi um texto advindo da experiência de muitas pessoas. Pode-se discordar e questionar a respeito do texto final da BNCC, porém é temeroso dizer que não foi feito de maneira coletiva. É do trabalho de muitas professoras e professores, de pessoas especialistas em várias áreas do conhecimento que chegou-se a versão final da BNCC. É um documento bastante extenso, requer tempo e dedicação para sua leitura e compreensão. Tenho dito que um bom caminho para o estudo da BNCC é cada pessoa concentrar-se na etapa em que atua. Por exemplo se a pessoa só atua na educação infantil, o caminho mais necessário, urgente e seguro é debruçar-se justamente sobre tudo que a BNCC fala da Educação Infantil. Uma vez a pessoa tendo se apropriado da área em que atua fica mais leve compreender o texto completo da BNCC. Impossível estudar o documento da BNCC sem compreender sobremaneira sobre as habilidades e competências, pois é justamente sobre estas duas referências que se organiza todo o ensino- aprendizagem das/dos estudantes com foco na BNCC.  A partir da BNCC as habilidades, competências e as aprendizagens essenciais se voltam com mais veemência para cada pessoa que existe na escola como estudante, pois a diversidade deve ser considerada na aprendizagem. Os direitos das/dos estudantes precisam ser respeitados e valorizados e as particularidades consideradas nas universalidades. Parece não haver novidade se contamos isso para todas as escolas que já praticam isso há anos, mas o que o documento quer exatamente ressaltar é que tais aprendizagens devem ser as mesmas independente onde esteja esta/este estudante, uma espécie de simultaneidade no ensino, todas as pessoas aprendendo ao mesmo tempo os conhecimentos essenciais para base sólida na educação básica. Para efeito de conhecimento e atualização permanente é bom ressaltar que a BNCC não é e não deseja ser currículo, não é e nem deve ser o PPP da escola, não são os antigos PCNs e tampouco substituem as DCNs. A Base é exatamente a Base.  A BNCC deseja contribuir com uma educação diversificada que é a que temos no Brasil. Em todas as regiões brasileiras com todas as suas diversidades, a base deseja levar sua contribuição e respeitar as diferenças. Por conta disso, 60% é a parte obrigatória que deve ser cumprida em cada escola e o restante dos 40% é o que se chama de parte diversidade, onde poderá contemplar as particularidades que a escola deseja incluir naquilo que se ensina e se aprende.


Prof. Me. Sebastian Ramos
professorsebastian@hotmail.com



Notícias da editoria