Diário da Serra

Município realizará melhorias em escola interditada pela Justiça

Rodrigo Soares / Redação DS 05/06/2019 Educação

Escola Maria Arlene Neves está interditada pela Justiça

Escola apresenta situações de precariedade 

Após ser interditada pela Justiça devido a condições estruturais apresentando precariedade e perigo para mais de 200 crianças, o Executivo Municipal de Tangará da Serra deverá realizar obras de melhorias nas instalações da Escola Maria Arlene Neves. Nessa semana, uma comitiva composta pela Secretaria Municipal de Educação (Semec) e prefeito Fábio Martins Junqueira visitará in loco a instituição para verificar as ações de melhorias que deverão ser realizadas.


De acordo com o secretário de Educação, Gilmar Utzig, já existe um estudo de melhoria elaborado pela Semec que será colocado em prática o mais breve possível. “Apesar de já termos esse planejamento, uma visita vai ser feita por nós e pelo prefeito Fábio nas instalações, onde vamos verificar quais ações serão colocadas em prática para melhor atender nossos alunos”, comentou o secretário, ao destacar que, possivelmente, os alunos que foram alocados em outras unidades de ensino após a interdição da Justiça retornarão à instituição, que está localizada na Vila Horizonte. 


Em sua página no facebook, o prefeito comemorou a concessão de uma liminar conquistada através de uma Ação Declaratória de Nulidade de Doação de Bem Público e Cancelamento de Registro, resolvendo um problema que estava na Justiça que impedia que o Executivo realizasse obras de melhorias nas instalações. 


Quando o Ministério Público ingressou  com o pedido de interdição, a Semec justificou que “como existe uma demanda judicial em trâmite para reaverem aquela propriedade – o imóvel é herança de família -, seria improbo o ente público construir ou fazer qualquer reforma vultuosa, sendo que procura-se manter o Centro Municipal de Ensino em perfeito estado de funcionamento com reparos pontuais e ajustes necessários para atender a demanda de alunos existentes naquela localidade”. 
 

Notícias da editoria