Diário da Serra

Escola Jada Torres adere a greve estadual

Fabíola Tormes / Redação DS 01/06/2019 Educação

Com ela, oficialmente, são quatro unidades que aderiram ao movimento grevista

Educação

A greve da rede estadual de educação em Tangará da Serra segue ganhando forças, agora com a adesão dos professores da Escola Professora Jada Torres, do bairro Dona Júlia. A informação foi confirmada pelo diretor da unidade, Magno Alves, que esclareceu ainda que uma reunião foi realizada nesta sexta-feira, 31, com os pais para informação da paralisação das atividades educacionais a partir de segunda-feira, dia 3 de junho. “Esclarecemos tudo para os pais, do porque resolvemos aderir”.


Com ela, oficialmente, são quatro unidades que aderiram ao movimento grevista. As escolas Ernesto Che Guevara e Professor João Batista aderiram a greve desta a última segunda-feira, 27 de maio, e a escola 29 de Novembro paralisou as atividades nesta sexta-feira, 31.


Entre as principais reivindicações da categoria está a recomposição salarial de 7,69%, conforme acordo feito há cinco anos. Os profissionais também pedem a convocação de professores concursados e a reforma de 400 escolas no Estado que estariam em condições ruins ou péssimas. "Em nossa escola, por exemplo, falta quadra, este ano não temos biblioteca, laboratório de informática e nem projeto de fanfarra e violão, pois o governo cortou a contratação destes profissionais para trabalhar", reclama o diretor da Jada Torres, justificando a adesão.

Notícias da editoria