Diário da Serra

Curtas

Redação DS 15/05/2019 Curtas

16/05

Curtas

Protesto em Tangará da Serra 

Estudantes e professores do Instituto federal do Mato Grosso (IFMT), da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e de escolas estaduais e municipais foram às ruas nesta quarta-feira, 15, em Tangará da Serra, para protestar contra o corte de recursos para a educação. Os manifestantes se reuniram na praça da antiga prefeitura. Com o corte de 24,84% do orçamento do Ministério da Educação (MEC), foram bloqueados R$31.838.793,00 no orçamento do IFMT para 2019. Os alunos da Unemat passaram a noite acampados no campus e paralisaram as aulas em forma de protesto. Segundo eles, a ideia é mostrar para a população de como a universidade contribui para o município.


Energia

O investimento oferecido pela energia fotovoltaica já começou a dar resultado na Justiça do Trabalho de Mato Grosso. Neste mês, o Fórum de Tangará da Serra saiu do costumeiro valor de quase 5 mil reais com despesas de energia elétrica para 79 reais. 


Instalação 

A energia fotovoltaica foi instalada em Tangará no final do ano passado e após a fase de ajustes, a unidade está conseguindo gerar energia para manter todos os seus equipamentos e ainda ter um excedente que será usado para abatimento da tarifa na Vara de Colíder.


Novas unidades 

Nessa perspectiva de economia detectada na justiça de Tangará da Serra, novas unidades terão o sistema, a exemplo de Sorriso e Sinop que recebem os equipamentos esta semana e até o próximo mês já devem estar com a energia fotovoltaica em funcionamento.

Notícias da editoria