Diário da Serra

Dia ‘D’ de vacinação contra a gripe será neste sábado

Fabíola Tormes / Redação DS 02/05/2019 Saúde

Todas as unidades de saúde abrirão suas portas das 8h às 16h

Imunização segue até 31 de maio

Para aumentar a cobertura da vacina, oportunizando as pessoas a se imunizarem contra a doença em dia diferenciado, que a Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra, Vigilância Epidemiológica e Unidades de Saúde da Família (USF’s), realizarão neste sábado, dia 4 de maio, o dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe.


Neste dia, segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Juliana Herrero, todas as unidades de saúde abrirão suas portas das 8h às 16h, exclusivamente para vacina da gripe e para o público-alvo. A vacina está disponível para trabalhadores de saúde; povos indígenas; puérperas; idosos (a partir dos 60 anos); professores, pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico, população privada de liberdade,  funcionários do sistema prisional, gestantes, crianças de seis meses a menores de seis anos e integrantes das Polícias Civil, Militar, Bombeiros e Forças Armadas. 


“E gostaria de chamar a atenção do grupo dos idosos, que é o grupo que todos os anos a gente alcança a meta primeiro e neste ano é que estamos com cobertura mais baixa. Estamos com 45% dos idosos. Ainda faltam 3 mil e 500 idosos”, conclama a responsável.


A vacina, garante Herrero, é uma das formas mais eficazes para evitar casos graves e mortes provocadas pela gripe. “Então queria lembrar que a vacina é segura e protege contra uma doença grave, que pode levar ao óbito”, alerta a coordenadora, ao se referir também as informações que estão sendo veiculadas nos últimos dias em relação a eficácia dessa e de outras vacinas. “Peço para as pessoas não acreditarem nessas informações erradas que aparecem nas mídias, que a vacina não é segura, que tem uma substância na vacina (…) isso é tudo mentira. A vacina é segura sim e a pessoa pode se imunizar com segurança”.


Vale ressaltar que somente neste ano são cinco casos suspeitos da doença em Tangará da Serra. “Então é importante que a nossa população se vacine”.

Notícias da editoria