Curtas

Redação DS 25/02/2019 Curtas

Curtas

Curtas

Agrotóxicos contaminam água em Campo Novo

Agrotóxicos considerados altamente tóxicos, como a trifluralina, e cancerígenos, como a atrazina, metolacloro e metribuzim, contaminam a água da chuva e de poços artesianos de escolas rurais e urbanas nos municípios de Campo Novo do Parecis, Sapezal e Campos de Júlio, na bacia do rio Juruena, no Mato Grosso. Em quatro de seis amostras de poços foram detectados resíduos dos herbicidas atrazina e metolacloro. Mais da metade (55%) das amostras de chuva continham resíduos de pelo menos um tipo de agrotóxico entre os detectados (metolacloro, atrazina, trifluralina, malationa e metribuzim). O metolacloro foi o mais frequente, detectado em 86% das amostras contaminadas.


Multas

Os novos radares instalados na Avenida Miguel Sutil, em frente ao Shopping Estação, começaram a multar desde ontem, 25. A velocidade no trecho é de 60 km e a multa varia entre R$ 240 e R$ 580, dependendo da velocidade em que o veículo for flagrado.


Aeroporto

Dados da Secretaria Nacional de Aviação Civil, órgão vinculado ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, mostram que o número de passageiros no Aeroporto Maestro Marinho Franco, de Rondonópolis, caiu mais da metade entre 2015 e 2018.


Transparência

Relatório do Instituto Centro de Vida que avalia os índices de transparência de dados ambientais nos 9 estados da Amazônia Legal e no governo federal aponta Mato Grosso como o melhor colocado no ranking da transparência ativa, quando os dados são disponibilizados.

 

Notícias da editoria