Mais de 50 mil eleitores podem ter títulos cancelados em MT

G1 MT 22/02/2019 Geral
Geral

Os 50.304 eleitores que não votaram nas últimas três eleições têm até o dia 6 de maio deste ano para procurar a Justiça Eleitoral e regularizar a situação, caso contrário, terão o título cancelado.

 

A partir dessa quarta-feira (20), os cartórios eleitorais disponibilizarão relatórios contendo os números dos títulos passíveis de cancelamento, com os nomes dos titulares.

 

O eleitor recebe o registro de ausência às urnas quando não votou e nem justificou a ausência ao pleito, tanto regular quanto suplementar. Cada turno é considerado uma eleição.

 

Para regularizar é necessário procurar a Justiça Eleitoral portando um documento oficial de identificação e se possuir, o título eleitoral e comprovantes de votação e/ou de justificativa.

 

O eleitor que não votou e nem justificou dentro do prazo previsto em lei, terá que pagar uma multa para cada ausência ao pleito, cujo valor varia a critério do juiz eleitoral. O cidadão que, por motivo de força maior, não possuir condições financeiras para quitar o débito, pode solicitar ao juiz eleitoral a dispensa do recolhimento.

 

A Justiça Eleitoral cancelará, no período de 17 a 20 de maio, as inscrições dos eleitores que não tiverem regularizado a situação até o dia 06 de maio. Enquanto os cancelamentos estiverem sendo efetuados, não serão feitas atualizações no cadastro eleitoral.

 

Panorama

 

Em Rondonópolis, 5.313 eleitores não compareceram às urnas nos últimos três pleitos. Após está Primavera do Leste com 3.062 eleitores e Tangará da Serra com 2.192. Já em Cuiabá e Várzea Grande estão sujeitos ao cancelamento, respectivamente, 1.462 e 754 eleitores.

Notícias da editoria