Diário da Serra

Quase 23 mil alunos retornam às salas de aula hoje

Rosi Oliveira / Redação DS 11/02/2019 Educação

Mesmo com indicativo de greve, aulas iniciam hoje

Unidades devem recepcionar alunos com muita alegria

O impasse envolvendo o início das aulas tem gerado insegurança para pais e professores, principalmente pelos impactos no orçamento familiar gerados com o prolongamento das férias, mas pelo menos em Tangará da Serra esse problema, a princípio, está descartado na rede estadual de ensino.


Segundo o Assessor Pedagógico de Tangará da Serra, Saulo Scariot, as aulas iniciam na segunda-feira, 11. “Tudo está pronto e as escolas e profissionais da Educação preparados para mais uma no letivo. Sabemos que há rumores de uma possível paralisação, mas nós iniciaremos as atividades normais nas escolas de Tangará”, revelou, ao destacar que todas as unidades escolares foram orientadas a receberem os alunos com muita festa, entusiasmo e alegria.


Para o novo ano, uma mudança foi necessária, na rede Estadual.


“Por uma determinação da Seduc, o Ceja não mais atenderá as salas anexas. Elas agora acontecerão na escola Pedro Alberto Tayano e na Emanuel Pinheiro”, informou o assessor pedagógico.


Com expectativa de receber nesse ano letivo aproximadamente 10.500 alunos, Scariot assegurou que todos os trâmites necessários já foram realizados. “Realizamos tudo que era necessário, agora só aguardar a segunda-feira, 11, quando iniciaremos as aulas. Desejando tanto a alunos, quanto aos profissionais da Educação, que este seja um ano excelente e de muitas conquistas”, pontuou.


Município - Com um número ainda maior que a rede Estadual, a rede Municipal também retorna às atividades hoje, 11, com cerca de 12 mil alunos.


Para isso, tudo já está pronto, como informa o secretário de Educação, professor Gilmar Utzig. “Já está tudo pronto. Não há qualquer entrave, e estamos prontos para receber os nossos alunos”, comentou, ressaltando que a grande novidade desse ano serão os uniformes que serão entregues já na primeira semana de aulas.


Embora esteja programada uma paralisação para amanhã, 12, na quarta-feira, 13, as aulas prosseguem normais até resolução da categoria que será tomada nos próximos dias.

Notícias da editoria