Empossado na Câmara, Romer Japonês reafirma compromisso com Tangará da Serra

Marcos Figueiró/ Assessoria 06/02/2019 Política
Política

Romer Japonês (PSD) em seu primeiro discurso, na sessão ordinária desta semana, reafirmou seu compromisso com Tangará da Serra. Romer, que foi vereador entre 2013 e 2016, reassumiu vaga titular na Câmara Municipal de Tangará da Serra no dia 01 de fevereiro. Em seu discurso, afirmou que seu mandato será dedicado ao povo tangaraense.

 

“Trabalharei incansavelmente para entregar ao nosso povo a Tangará da Serra que eles merecem. Até posso, um dia, carregar a culpa de não ter conseguido, mas jamais a vergonha de não ter tentado”, disse o vereador Romer Japonês, ao lembrar que o Brasil vive uma onda de esperança, de boas expectativas e principalmente de renovação. “É neste momento que eu inicio esta caminhada. Quero ser agente de transformação e com a união deste parlamento, superar as melhores expectativas”, afirmou.

 

Ele ainda lembrou que quando presidiu a Câmara Municipal, em 2015, implementou medidas que resultaram numa economia de mais de R$ 1 milhão, recurso que foi devolvido aos cofres do Município e beneficiou a população. “Dinheiro público tem que ser tratado com responsabilidade”, ressaltou o vereador ao explicar que sempre defendeu a independência entre os poderes, mas que tão importante quanto a independência é a harmonia.

 

“O Povo mostrou nas urnas que está cansado das velhas práticas, das brigas partidárias, dos atrasos que são causados quando cada um busca pelo seu próprio interesse”, disse Romer, afirmando ainda que o Governo Bolsonaro, que se inicia, traz ao Brasil uma nova era política. “Eu quero estar sentado na bancada daqueles que entenderam a vontade das ruas, ouviram o recado das urnas e se prostraram ao povo”, declarou.

 

LEIA O DISCURSO NA ÍNTEGRA:

 

“Senhoras e senhores,

 

É com satisfação e muita honra que eu chego novamente a esta Casa. Mais uma vez tenho a oportunidade de trazer aqui os anseios de um povo bom, batalhador, um povo que carrega na sua história, trabalho, esforço e muito suor. Um povo que já fez muito e hoje merece de nós ainda mais.

 

Este mandato não é meu e esta Casa de Leis não é para defender interesses particulares. Por isso, eu trabalharei incansavelmente para entregar ao nosso povo a Tangará da Serra que eles merecem.

 

Até posso, um dia, carregar a culpa de não ter conseguido, mas jamais a vergonha de não ter tentado.

 

O Brasil vive uma onda de esperança, de boas expectativas e principalmente de renovação. E é neste momento que eu inicio esta caminhada. Quero ser agente de transformação e com a união deste parlamento, superar as melhores expectativas.

 

Os valores que carrego comigo, dos quais eu nunca abri e nunca abrirei mão, são os responsáveis por me trazer até aqui. Quando eu presidi esta Casa, em 2015, economizamos mais de um milhão de reais. Esse dinheiro foi devolvido aos cofres do Município e beneficiou a população.

 

Dinheiro público tem que ser tratado com responsabilidade. Se é do cidadão, tem que chegar ao cidadão. É pra isso que estamos aqui.

 

Sempre defendi que os poderes devem ser independentes, mas tão importante quanto isso é que haja harmonia entre eles. O Povo mostrou nas urnas que está cansado das velhas práticas, das brigas partidárias, dos atrasos que são causados quando cada um busca pelo seu próprio interesse.

 

O Governo Bolsonaro, que se inicia, traz ao Brasil uma nova era política, e eu quero estar sentado na bancada daqueles que entenderam a vontade das ruas, ouviram o recado das urnas e se prostraram ao povo. Entendo que se é bom para o Brasil, é bom para Tangará.

 

Enfim, estes últimos dois anos eu estive muito mais próximo das pessoas, acompanhei a política do lado de lá e aprendi muito com cada cidadão tangaraense.

 

Inicio aqui um novo mandato, um novo capítulo, uma nova história, sem deixar para trás nenhum dos meus princípios, nenhum dos meus valores, e nenhum dos cidadãos desta amada cidade, do mais pobre ao mais rico, quero representá-los com excelência!

 

Obrigado!, Tangará da Serra. Este filho, Romer Japonês, está aqui por vocês!

Obrigado!”

Notícias da editoria